sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Pegando gosto pelo vídeo

A experiência como apresentador do Canal Sinergia no Youtube tem me feito pegar gosto pelo vídeo e agora no segundo semestre vou me aprofundar mais nessa área. Além de novos vídeos para o Projeto Somos Mobilizadorxs também vou produzir e apresentar um DOC contando a história do professor Cândido Pinheiro.

A ser veiculado no Youtube, o DOC vai contar a luta do professor Cândido, que foi vitima da ditadura militar e até hoje luta para reaver direitos que lhe foram negados por perseguição política. Hoje tivemos uma primeira reunião para tratar dos encaminhamentos necessários para a realização do filme. Falamos da história, pessoas que serão entrevistadas e os recursos técnicos necessários. Agora vou trabalhar no roteiro para em breve darmos início às filmagens.

Fim da reunião sobre o DOC com os amigos Jerônimo Silva, que é ativista na área de direito urbano e diretor da Associação de Bairros e Favelas de Fortaleza, o professor Cândido e Roberto Sabino, fundador da Associação Delmiro Gouveia


Desafio mobilizador

No Canal Sinergia, depois de um hiato causado por uma temporária falta de equipe, estamos voltando com tudo a partir da semana que vem, trazendo o Desafio Somos Mobilizadorxs, que será uma espécie de gincana entre os participantes das equipes responsáveis pelas campanhas de crowdfunding do projeto Somos Mobilizadorxs. As tarefas semanais serão transmitidas pelo canal e ajudarão o público a entender o projeto e participar dele, seja ajudando a mobilizar, seja doando para as campanhas, que tem cada uma como meta arrecadar R$ 40.000,00 para projetos de ONGs daqui do Ceará.

O vídeo de estreia será gravado na terça, dia 22/8, e irá ao ar entre terça e quarta-feira (23) já com as primeiras tarefas semanais das duas equipes que estão com campanhas ativas.

Antes da estreia as equipes tiveram uma prévia do Desafio para ir aquecendo.


Ao vivo

Além dos vídeos gravados também tenho me aventurado com as lives. A primeira foi um sorteio ao vivo, que não gostei muito, pois acabei de última hora tendo que fazer sozinho. E recentemente fiz uma que ficou bem melhor, que foi a primeira de uma série que teremos sobre o Somos Mobilizadorxs. E se na primeira eu estava sozinho, nessa tinha gente pra encher uma kombi.

1ª Live do Somos Mobilizadorxs
Como você pode doar e participar das campanhas do CHAMA - Centro Humanitário de Amparo à Maternidade e do Movimento de Saúde Mental Comunitária do Bom Jardim-MSMCBJ.
Publicado por Instituto Sinergia Social em Terça-feira, 1 de agosto de 2017


Meu canal

Quando comecei a namorar a ideia de vídeos o plano era gravar coisas para postar no meu canal, mas acabei iniciando pelo canal do Sinergia e o meu continua sem movimentação. O DOC do professor Cândido será postado no meu canal, mas não quero que fique só nisso. Então neste segundo semestre também me coloco o desafio de criar uma linha editorial própria para o canal Elinaudo Barbosa, nem que sejam vídeos curtos, simples, mas algo vai ter.

Mamãe, tô no Youtube!


Me aguardem! :)

Elinaudo Barbosa
terça-feira, 25 de julho de 2017

Quadrinhos: já que é pra fazer de novo, então faço ainda melhor!

Sempre digo que quando minha sorte me tira alguma coisa é porque me vem com algo ainda melhor. Em abril último eu já estava finalizando a primeira edição da revista da Gata Púrpura — e também a primeira história do arco de origem de uma nova personagem do Universo EB — quando o HD do computador deu problema e acabei perdendo todas as páginas. Como estava sem tempo para começar imediatamente a redesenhar as histórias fui rever os roteiros, e é aí que entra a parte boa: melhorei ambos! As duas histórias sairão melhores do que nas versões que eu estava desenhando.

Ainda não vou divulgar a data exata do lançamento porque estou refazendo tudo bem mais devagar devido às minhas outras ocupações, mas adianto que ainda neste segundo semestre de 2017 saem o número #1 da revista solo da Gata Púrpura e o número #2 de Universo EB, que traz Doutor do Tempo na história de origem dessa nova personagem que será muito importante no meu universo de heróis.

A EB Comics tarda mas não falta ;)

Também aproveitei esse tempo para dar uma melhoradinha na marca EB Comics. São diferenças sutis, mas que melhoram a visualização da marca e a sua aplicação sobre as diversas cores das revistas e nas diversas mídias onde a marca aparece. Na primeira versão que fiz no final de 2015 predominou o um tom de roxo que lembra as cores do uniforme da Gata Púrpura, meu primeiro personagem lançado. Nessa nova versão sai o quadrado roxo e entra o preto na palavra "Comics" (ou branco para fundos escuros), além da mudança da fonte utilizada. Também melhorei o espaçamento do EB, facilitando a leitura em aplicações muito pequenas da marca.

Mudanças sutis que fazem diferença

E como sou muito perfeccionista, resolvi mexer também na marca da revista, pois não tinha gostado da versão que publiquei. Então no próximo número de Universo EB você verá mudanças também na marca que traz o nome da revista.

A diferença é mais sutil ainda, mas existe!

E se você ainda não leu Universo EB #1, acesse e leia em um dos linls abaixo:

Onde ler UEB #1
Se você é assinante do Social Comics, a Netflix dos quadrinhos, leia aqui: https://www.socialcomics.com.br/universo-eb/1

Se não, leia aqui:
PDF - https://goo.gl/1GxXtv
CBR - https://goo.gl/KYBMFw

Siga EB Comics nas redes sociais
www.facebook.com/EBComics
www.facebook.com/GataPurpuraOficial
www.instagram.com/universoebcomics


Elinaudo Barbosa
terça-feira, 20 de junho de 2017

O prazer de construir pontes que propiciam boas parcerias

Uma das coisas que sempre gostei de fazer é proporcionar encontros que venham a suscitar parcerias de negócios e também no meio social, além, é claro, de possibilitar a formação de novas amizades. Às vezes acontece por puro acaso, apresento duas pessoas que conheço e elas acabam formando algum tipo de parceria. Noutras vezes são casos onde um amigo precisa de ajuda em algo, eu tenho um outro amigo que pode ajudar e aí marco um encontro, apresento os dois (ou mais) e a ponte fica estabelecida. Hoje ajudei a construir uma ponte entre os amigos Wosley Nogueira e Del, que poderá contribuir bastante para a um futuro sonho realizado.

Não sou bom só em tirar selfie, também sou bom em construir pontes

Ano passado, durante um evento do Sinergia Social, apresentei dois de meus amigos artistas, a cantora Lidia Maria e o DJ D. Albano, que acabaram se apresentando juntos na Culinária da Van.

Qual é a músicammm?

Também no ano passado apresentei meu mano Leonardo Filho, que desenvolve sites e sistemas para internet através da empresa 3Webs, à Vanesca Lima, com quem eu estava trabalhando na Meta Digital. A Meta atua na área de mídias sociais e eu propus na época uma parceria de complementariedade de serviços com a 3Webs. De lá pra cá as duas empresas vem fazendo trabalhos em parceria para clientes de ambas.

Parceria digital

E bem mais recentemente, num desses acasos da vida acabei suscitando uma parceria entre Karolyna Borges e Thiago Occiuzzi. Ambos são parceiros do Sinergia Social através de suas empresas. Ela pela Essencial Coaching e pela Clínica Lourinho e ele pela Occiuzzi Filmes Criativos, que é onde gravo as entrevistas com os parceiros do projeto Somos Mobilizadorxs, como mencionei outro dia nesse post. O próprio Thiago veio filmar a entrevista e na conversa fizeram negócios :)

Propiciando parcerias entre os parceiros. Foto: Vana Fernandes

Esses são alguns de muitos encontros que já proporcionei e que renderam boas parcerias. A maioria eu realmente nem lembro, mas de vez em quando alguém me fala que aquela pessoa que apresentei acabou virando parceira de alguma coisa.

Será que eu deveria montar uma consultoria e vender essa minha habilidade pontifícia como um serviço? Estou deixando de ganhar dinheiro com minhas habilidades de networking?

O que vocês acham, caros amigos e parceiros? ;)

Elinaudo Barbosa
sábado, 17 de junho de 2017

"Curtindo a Vida Adoidado" - quando a tradução atrapalha a mensagem

Quem nasceu entre 1970 e 1980 com certeza assistiu esse filme pelo menos uma vez na Sessão da Tarde da TV Globo. Ou assistiu todas as reprises até decorar as cenas, como alguns amigos meus fizeram, usando o filme como uma inspiração para a vida que sonhavam ter (e que a maioria não teve). Acho que muita gente que procurou se inspirar no Ferris Bueller aqui no Brasil não deve ter entendido a mensagem dele por culpa da tradução totalmente sem sentido do título do filme.

Salve Ferris!

Embora sendo apenas mais um dos trocentos filmes americanos de adolescentes na escola (que eram moda nos anos 80), esse é sem dúvida o mais lembrado desse gênero por quem é da minha geração. O filme conta um dia na vida do adolescente Ferris, que resolve recorrer a um expediente bem comum para muita gente, fingir estar doente para faltar à escola ou ao trabalho. Só que o jovem Ferris não só tira o dia para si, como aproveita muito bem aquele dia com sua namoradinha Sloane e ainda consegue convencer seu cunhado depressivo, Cameron, a ir junto.

Curtir a vida também é ir ao museu!

Eu não sei qual seria a melhor tradução para o título "Ferris Bueller's Day Off", mas acredito que a versão brasileira foi uma das piores possíveis. Claro que tem a questão do apelo comercial, de ter que ser um título fácil de ser entendido, mas na minha opinião o título dado aqui comprometeu seriamente a mensagem de Ferris para os nossos adolescentes da geração X.

A tradução portuguesa ficou bem melhor

Com o nome recebido no Brasil, o filme acaba passando uma ideia de que o legal é ser o famoso "porra louca", que larga tudo em nome de sair curtindo a vida de maneira inconsequente. Na minha opinião não é isso que Ferris quer transmitir quando aparece no filme quebrando a quarta parede e dizendo diretamente para o público que "a vida passa muito depressa, se não parar para curti-la de vez em quando, ela passa e você nem vê". 

O que ele diz ali é que você pode continuar fazendo suas coisas, estudando, trabalhando, só não pode se deixar engolir pelo sistema como a maioria faz. O que você precisa — e é isso que Ferris explica e demonstra — é usar de uma certa malandragem para driblar as amarras do sistema e assim conseguir suas pausas para curtir a vida.

Ferris é um malandro, e como bom malandro ele dá sempre um jeito de tornar as coisas mais fáceis e muito mais divertidas, fazendo tudo com muito charme, tanto que na escola todos gostam dele, a ponto de sempre ter um "Salve, Ferris" dito ou escrito em algum lugar. E como bom malandro, tem muita ousadia e cara de pau para conseguir subir num carro alegórico no meio de um desfile onde ninguém o conhece e cantar (ou dublar) Twist and Shout.

Só nos filmes que todo mundo sabe a coreografia sem precisar ensaiar

Em um mundo onde as pessoas estão se tornando todas workaholics, é preciso aprender com os malandros como Ferris Bueller a viver com mais leveza, a desapegar das obrigações do trabalho para poder viver a vida antes que ela passe por nós e a gente nem veja de tão ocupado que está. Você é muito mais do que seu trabalho e suas obrigações.

Agora, se você estava até hoje achando que o o filme dizia para largar tudo e sair por aí curtindo a vida adoidado, sugiro que assista de novo e preste atenção no que o Ferris realmente quis dizer com fazer pausas (day offs) para não deixar a vida passar sem ser percebida. ;)

Curta com parcimônia

Tem um detalhe nesse filme que eu não sei se você ou se alguém reparou: Ferris consegue fazer tudo isso sem beber uma gota de álcool! Ferris é mesmo o cara!

Malandro é malandro, mané é mané!

Não que eu não beba, não que eu tenha moralismos com álcool ou mesmo com outras drogas. Eu só acho que curtir a vida não é sinônimo de encher a cara como pregam tantas músicas do atual cancioneiro popular e nem precisa ficar doidão a ponto de não lembrar de manhã o que fez na noite anterior. Pra curtir de verdade tem que ter moderação. Afinal, como diz Mainha, tudo demais é veneno.

Salve, Mainha!

Elinaudo Barbosa
domingo, 4 de junho de 2017

A longa jornada pela preservação ambiental

A Semana do Meio Ambiente deste ano chega com uma boa e aguardada notícia para a capital cearense, a oficialização do Parque do Cocó, após quatro décadas de lutas dos ambientalistas, verdadeiras batalhas políticas e jurídicas para defender um dos maiores parques urbanos da América Latina. Tive a honra de participar dessa luta há exatos 10 anos quando propus e realizamos a 1ª Jornada em Defesa das Áreas Verdes de Fortaleza. Nessa época eu estava à frente do Instituto Brasil Verde, ONG que fundei e coordenei por vários anos.

Foto de encerramento da 1ª Jornada em Defesa das Áreas Verdes de Fortaleza, que realizamos em 2007

O Cocó é a maior e a mais visível dentre várias áreas verdes que o movimento ambiental defendendo ao longo dos anos e que, graças à persistência dos ambientalistas, vem sendo oficializadas. Outra dessas áreas, com bem menos visibilidade na mídia, é o caso do Pulmão Verde do Siqueira, área em que atuei mais diretamente quando numa parceria entre Instituto Brasil Verde e Associação Delmiro Gouveia propusemos a criação daquele parque na região sudoeste da cidade.

Na época dos meus cabelos longos, propondo a inclusão do Pulmão Verde no Orçamento Participativo de Fortaleza

No final de 2015 o Pulmão Verde foi uma das áreas decretadas como parques pelo prefeito Roberto Cláudio. Além da área que defendíamos, foi acrescentada no mesmo decreto uma outra área vizinha, a da Lagoa da Viúva, também pleiteada como parque pelo pessoal da Rede DLIs do Grande Bom Jardim, formando assim o Parque Lagoa da Viúva - Pulmão Verde do Siqueira.

Acompanhando a decretação do parque Lagoa da Viúva - Pulmão Verde do Siqueira

A Jornada em Defesa das Áreas Verdes
Em 2007, ainda à frente do Instituto Brasil Verde, fui procurado pelo amigo Roberto Sabino, que propunha uma parceria entre a Associação Delmiro Gouveia, da qual ele é fundador, para propormos a criação de um parque no bairro Siqueira. Aceita a proposta, começamos a atuar de forma propositiva, buscando apoio da comunidade local e tentando sensibilizar o poder público.

Por estarmos em uma área de periferia, fora da vista da maioria da cidade, não tínhamos poder de mobilizar a opinião pública em favor do nosso pleito. Percebi que outros grupos que defendiam áreas verdes também passavam por essa mesma realidade. 

Então resolvi, em nome do Brasil verde, procurar esses grupos um a um e propor uma ação em rede que pudesse movimentar a cidade em defesa do meio ambiente. Foi aí que surgiu a 1ª Jornada em Defesa das Áreas Verdes de Fortaleza, reunindo movimentos dos quatro cantos da cidade e dando visibilidade para quem estava fora dos holofotes, como nós do Pulmão Verde.

O pessoal da mídia independente fez um vídeo bem legal sobre um dos momentos da Jornada, que foi a visita às áreas verdes da cidade feita por representantes de todos os movimentos envolvidos na ação.

Cada movimento pôde conhecer a área verde do outro

A Jornada teve uma importante contribuição para a integração dos movimentos ambientais de Fortaleza. As lutas e reivindicações desses movimentos foram registradas em um livro feito pelo jornalista Ademir Costa, que também é ambientalista e fundador do Movimento Proparque Rio Branco.

O livro do Ademir é um dos poucos registros do muito que se tem para registrar da história dos movimentos ambientais de Fortaleza
Alias, meu amigo Ademir Costa​ diz que fui eu quem introduziu o termo "área verde" no jargão ambiental de Fortaleza. Como diz o Chaves, foi sem querer querendo. :) Eu comecei a usar a expressão porque achei que ele era o que melhor abrangia a diversidade das áreas de verde e de mananciais pleiteada pelos movimentos ambientais da cidade.

A jornada é permanente

A área oficializada para o Cocó não satisfez os movimentos ambientais da cidade, como você pode ver nessa matéria do Jornal O Povo, onde o movimento coloca que o decreto assinado pelo governador Camilo Santana protege praticamente só terras de marinha, terras que já eram de propriedade do poder público. Ainda assim a proteção de 1.571 hectares é uma vitória importante depois de 40 anos de luta ambiental em uma cidade de crescimento desordenado como Fortaleza.

Nada impede que no futuro possam ser acrescentadas a essa área outras pleiteadas pelos ambientalistas. A luta pelo cocó permanece ativa, assim como continua ativa no Pulmão Verde do Siqueira, onde os ambientalistas conseguiram a demarcação do parque, mas ainda lutam pela sua urbanização, para impedir que o parque seja degradado como aconteceu ano passado.

Será que após 10 anos da realização da nossa primeira Jornada das Áreas Verdes não seria o caso de se fazer uma nova jornada para avaliar a situação desses parques agora demarcados e atualizar as reivindicações dos movimentos ambientais de Fortaleza e RMF para que se possa garantir a preservação, a melhoria e a ampliação das nossas queridas áreas verdes urbanas?

A jornada pelo meio ambiente não pode parar!

Feliz Dia do Meio Ambiente!

Elinaudo Barbosa
4 de junho de 2017
quinta-feira, 1 de junho de 2017

Maio de muito trabalho e muitos encontros

O projeto Somos Mobilizadorxs, do Instituto Sinergia Social, tem me mobilizado demais nesse mês de maio, tanto que chegou o fim do mês e não tive tempo de postar nada aqui no blog. E promete ser ainda mais mobilizante neste junho que começa, principalmente se uma proposta minha que apresento neste sábado for aceita pelo pessoal do projeto. Mas isso eu só conto semana que vem, e só conto se a proposta for aceita, se não for eu nem conto :)

Turma animada no II Encontro de Voluntárias e Voluntários

Logo no comecinho do mês tivemos o II Encontro de Voluntárias e Voluntários, que mais uma vez reuniu os novos participantes do projeto na sede do Instituto Poliglota. Lá gravei mais um vídeo de cobertura para o Canal Sinergia.

Terceiro vídeo para o Canal Sinergia

Também comecei a gravar uma série de vídeos de entrevistas com os parceiros empresariais do Sinergia. O quadro se chama Papo Sinérgico e agora em junho começam a ser publicadas as entrevistas já gravadas, que serão postadas semanalmente de acordo com a ordem em que foram gravadas: Thiago Occiuzzi, nosso parceiro da Occiuzzi Estúdio Criativo e que é quem faz nossos vídeos de entrevistas; Daniel Arruda, nosso parceiro do Instituto Poliglota, onde temos feito a maioria de nossos encontros e treinamentos; Wosley Nogueira, nosso parceiro através dos restaurantes Nakombi Fortaleza e Divino Fogão Iguatemi (além de ser o cara dos picolés Pazzo, que me fizeram rever meus conceitos sobre comer gelado).

Gravando entrevista e já pensando na comida boa dos restaurantes dele!

E mais recentemente gravei com a nossa parceira Karolyna Borges, que está conosco através da empresa Essencial Coaching e também da Clínica Lourinho.

Entrevistando a responsável pelo meu sorriso.

E essa parceria com a Clínica Lourinho está me deixando bem mais sorridente. Superei mais uma vez minhas neuras com a cadeira e o motorzinho e deixei a dra. Karolyna dar um trato no meu sorriso, afinal, agora sou um apresentador e preciso estar bem na fita!

Doutora, eu vou viver?

Preparando as pré-campanhas

O Projeto Somos Mobilizadorxs, do Sinergia Social, consiste basicamente na realização de três grandes campanhas de crowdfunding com vistas a beneficiar três ONGs parceiras que foram selecionadas via edital: a Associação dos Voluntários do Hospital São José - AVHSJ, o Movimento de Saúde Mental Comunitária - MSMC e o Centro Humanitário de Amparo à Maternidade - Chama.

Na segunda quinzena de maio comecei a me reunir com os gestores das ONGs parceiras para organizar a fase de pré-campanha, que será um período de mobilização interna em cada uma das ONGs com o objetivo de envolver seus membros, voluntários e público atendido com as campanhas de crowdfunding antes que as mesmas sejam lançadas.

Com Maria do Carmo, presidente da AVHSJ.
Com o camarada Elizeu de Sousa, que conheço de longa data no meio social e Jonathan Silva, líder da equipe de voluntários do Somos Mobilizadorxs junto ao MSMC.

Encontrando os parceiros empresariais

Também tenho me reunido com os parceiros empresariais do Sinergia para discutir detalhes das nossas trocas e contrapartidas e informá-los das novidades que estamos preparando para a pré-campanha. Esses parceiros são um grupo muito interessante de empresas que acreditam no social e no nosso projeto e que tem nos ajudado a realizar esse grande desafio que é o Somos Mobilizadorxs.

Batismo de fogo da Rayane e da Ed na nossa reunião com a Dialogus Consultoria.

E já neste primeiro dia de junho, visitamos o parceiro App da Água.

E tem a nossa sala de reuniões semanal

Além das várias reuniões externas, gravação de vídeos, reuniões online, temos toda semana nosso turno institucional com os representantes das equipes de voluntários e também com parceiros, novos voluntários e quem mais aparecer para tratar dos encaminhamentos do projeto que... ufa!... são muitos!

Semana passada nos reunimos eu e a Assessoria Integrada  (que é o grupo dos líderes das equipes de voluntários) com Jorge Godoy e Lica Valsechi, nossos parceiros da empresa Penduráveis DeCoração. Na pauta, além da entrega das belas plaquinhas que eles confeccionaram em parceria com o Sinergia (e que vamos comercializar em breve), também tivemos uma conversa sobre a elaboração da identidade visual das três campanhas de crowdfunding, que Jorge irá nos ajudar a construir usando de toda sua expertise de publicitário e professor de design e publicidade.

Agora que notei a repetição da minha camiseta azul
Essa turma já sabe o que vou propor neste sábado. Gostaram da ideia!

E ainda tivemos algumas oficinas

Além das reuniões e reuniões, tivemos também algumas oficinas internas muito importantes para o aprimoramento institucional do próprio Sinergia. Afinal, a ONG das ONGs também precisa arrumar a própria casa pra dar exemplo!

Ainda no finzinho de abril tivemos uma oficina com nossa associada Vanesca Lima, nossa associada e consultora na Meta Digital, sobre gerenciamento de mídias sociais. Fiz até um vídeo de cobertura para nosso canal.

Assista e não se esqueça de assinar o canal!

Depois tivemos uma oficina sobre assessoria de comunicação com as sócias da Mandalla Comunicação, Monique Oliveira e Sâmila Braga.

A oficina foi tão concorrida que faltou cadeira na sala

E por fim, tivemos um de três encontros com os consultores da Dialogus Consultoria, Manoela Silva e Gabriel Pires, para a realização de um Diagnóstico de Sustentabilidade, metodologia aplicada pela Dialogus junto a entidades do terceiro setor e que vai ajudar o Sinergia a traçar metas que fortaleçam o planejamento estratégico e a sustentabilidade institucional.

Gabriel foi o único que não quis vir combinando.

Esqueci alguma coisa? Sim, esqueci, mas melhor assim, senão o post não acaba. Prometo que este mês posto com mais frequencia, pra não acumular tanta história pra contar ;)

Elinaudo Barbosa
1 de junho de 2017
domingo, 30 de abril de 2017

2017 está saindo melhor que o planejado

Não sei se foram as águas de março ou o sol de abril, ou simplesmente minha sorte fazendo escolhas melhores que as minhas, mas meus planos de ano-novo não saíram como o esperado e coisas boas não-planejadas começaram a acontecer. Uma perda do HD do meu computador, seguida de um convite irrecusável para voltar à plena atividade no Sinergia Social (que inclui fazer um canal institucional no Youtube) e tudo o que está vindo em seguida tem virado meus planos do avesso. E no fim das contas eu estou contente com toda essa reviravolta!

De quadrinhista de cavanhaque a youtuber barbudo

Uma perda, um ganho

Estava eu tranquilamente seguindo meus planos de ano-novo, já tinha publicado a primeira revista do ano estava finalizando a segunda e já ia bem adiantada a terceira, quando o inesperado aconteceu: meu HQ quebrou e não tive como acessar mais de 15 páginas já finalizadas. Na hora fiquei chateado, pensando em como contornar isso, já que tinha até mesmo anunciado quando ia lançar as duas edições seguintes à publicação de Universo EB #1. Como trabalho sozinho, cada revista leva quase um mês para ser desenhada e finalizada, então teria uma inevitável quebra de prazos. E foi no meio dessa pequena crise que surgiu um convite do Pablo Robles para retornar à ativa no Instituto Sinergia Social. Era o empurrão que faltava pra virar do avesso de vez os meus planinhos de ano-novo.

Traduzindo do inglês para o cearês: papocou com linha e tudo!

Como postei antes aqui, ano passado eu tive uma atuação importante no Sinergia durante a etapa final do projeto Saberes que Transformam. Cheguei a participar do início do novo projeto, o Somos Mobilizadorxs, mas tive que me afastar por razões pessoais e fiquei inativo no Sinergia até recentemente. Então veio o convite para voltar num momento em que a ONG está numa situação parecida com a de um ano atrás: projeto e fase avançada de execução e com grande demanda de comunicação e eventos de divulgação, algo irresistível para a minha mente criativa e inquieta. Topei na hora! Volto à ativa para atuar na execução do projeto, ajudar a cuidar da comunicação institucional e na relação com parceiros e voluntários.

Mas é claro que não podia faltar um novo desafio!

Em texto recente sobre minha aventura pessoal de aprender a falar em público eu manifestei meu desejo de fazer vídeos no Youtube, algo que vinha postergando enquanto permanecia confortável no terreno conhecido da escrita. Foi aí que aproveitei a demanda comunicacional do Sinergia para propor um projeto novo, um desafio tanto para a instituição quanto para mim: criar um canal de vídeos para mostrar as atividades institucionais, com enfoque especial no Somos Mobilizadorxs que, por se tratar de um projeto baseado em financiamento coletivo, vai precisar de bastante visibilidade. Depois de umas semanas de planejamento, gravações e edição, foi ao ar no último sábado, 28 de abril, o primeiro vídeo do canal, onde faço a cobertura do primeiro encontro com os novos voluntários do projeto.

O primeiro vídeo a gente nunca esquece.

Vencida a barreira de publicar o primeiro, agora vamos criar a rotina semanal do canal, com vídeos que trarão coberturas das atividades do Sinergia, entrevistas com parceiros e notícias do dia-a-dia da ONG e seus projetos. Já tem mais vídeos gravados em edição e estamos gravando outros que irão manter o canal abastecido e nossos parceiros, voluntários e demais internautas informados de sobre tudo que acontece no Sinergia Social.

Fora o Sinergia, tem outras novidades se construindo, mas dessas eu falo depois ;)

E os quadrinhos?

Apesar do grande desejo de ficar um bom tempo na prancheta desenhando, vou ter que deixá-los por enquanto como meu hobby de final de semana. O redesenho das histórias perdidas deverá, em virtude do meu tempo agora bastante ocupado, demorar bem mais que dois meses para ser feito, então muito provavelmente eu só voltarei a publicar minhas revistas lá para o final do ano. Peço desculpas aos meus leitores, que ficaram na espera dos novos quadrinhos. Isso que ocorreu com meu HD acabou servindo para me ajudar a perceber que o projeto EB Comics merece ser melhor planejado para prever situações como essa. Além do roteiro das histórias vou aproveitar e parar pra fazer um roteiro de toda a EB Comics. Com isso, creio que no devido tempo histórias ainda melhores do que as que eu estava desenhando virão e os quadrinhos engatam de vez.

Enquanto isso vou desenhando sempre que der, de modo que os quadrinhos vão de alguma forma continuar enquanto este artista inquieto faz as mil coisas de sempre. :p

Como disse lá em cima, 2017 não quis obedecer o planejado, mas está me trazendo grandes possibilidades que poderão no futuro até mesmo ajudar a alavancar o projeto EB Comics. E eu estou contente que minha boa sorte esteja trazendo tudo isso.

Elinaudo Barbosa
30 de abril de 2017